Total de visualizações de página

10 de dez de 2006

ESC 10 /PARTICIPAÇÃO INICIAL


Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Disciplina: Escola Cultura e Sociedade.

Aluna: Elisângela Rodrigues Garcia.

Atividade: ESC 10-Texto Inicial

Professora: Vera Corazza.


SER PROFESSOR/SER PROFESSORA


Tivemos a oportunidade de ler Paulo Freire http://www.paulofreire.org/Biblioteca/joselina.htm , refletir sobre o papel da educação e sua capacidade de intervenção e transformação da sociedade.
A educação como fim de intervir, como prática da libertação. Indivíduos analfabetos são alienados à libertação. Não possuem uma visão crítica da sociedade, sendo assim não possuem a prática de intervir.
Paulo Freire nos da às diretrizes da educação quando defende que “A educação em seu conteúdo”, seus programas e seus métodos necessitam estar adaptada ao fim que per cegue , permitindo ao homem chegar a ser sujeito, construir-se como pessoa, transformar o mundo, estabelecer com outros homens relação de reciprocidade, fazer a cultura e a história.

Estudando os textos percebi com emoção que sou professora preocupada e agente da práxis ação-reflexão.

Quando “meus” alunos me questionam o como fazer isso ou aquilo, conduzo-os a descobrir como eles pensam ser a forma, partindo do que eles sabem , buscam novos conhecimentos, escolhem caminhos, responsabilizam-se pelos objetivos alcançados, tornam-se agentes sujeitos do ser, enquanto indivíduos transformadores e críticos.

Enquanto estudo, as atividades e textos propostos por este curso de PEAD, descobru-me enquanto professora que sou em uma relação horizontal entre educador-aluno busco suportes e ferramentas que institucionalizam sujeito-sujeito na prática educativa e na relação homem-mundo.

Através da teoria que busco, vou construindo minha identidade enquanto professor, tendo consciência das deficiências na educação tornando-me acinte das mudanças necessárias criando e recriando novas modalidades de ver, de ser, de agir no micro e no macro contexto social.

A pergunta é: _Por que, tendo consciência do papel frente ao desafio de educar nos prostramos de forma estagnada , quando muito, cumprindo objetivos decididos por especialistas afastados da realidade cotidiana da vida em sala de aula?

Esta postura passa aos educandos a idéia de que “não há mais jeito, não é possível haver mudanças porque somos incapazes de mudar e transformar a realidade”.

Ninguém, portanto faz algo que possa mudar essa visão que, frustra e decepciona.

Nem o professor, nem o aluno vêem a escola como ativa na ação cociente crítica e transformadora.

Acredito que muitos professores querem transformar a prática educativa com a finalidade de intervir para a libertação, mas muitas vezes falta-lhe a resposta de “o que fazer e como fazer?” não tem a compreensão teórica para então, preparados, colocar em prática a teoria como objeto transformador,

Como falar e agir em liberdade nas salas de aulas, quando a própria escola esta cheia de grades e cadeados, aonde o ir e vir no espaço em que deveria constituir o ser livre, não permite ultrapassar as barreiras físicas e intelectuais.

Este será nosso maior desafio primeiro, na caminhada que estamos iniciando em busca da nossa formação acadêmica. Ultrapassar não basta necessário é, abrir caminhos.

11 comentários:

Ivana disse...

Olá Elisangela, passei por aqui para te deixar um abraço.
Beijos, Ivana.

>>> tatiana disse...

Olá, Elisangela!
Estou dando uma passadinha para desejar uma boa semana de estudos!
Um abraço, Tatiana - Tutora S.I.

Vera disse...

Parabéns Elisangela! Atividades em dia e que bela reflexão. Continua tua reflexão sobre ser professora participando do wikistoria e construindo teu texto. Um grande abraço, Vera

educação disse...

Boa noite! Passei só para dar um oí, e te desejar uma boa semana! Bjs. Apareça no pólo!Adriana

educação disse...

Oí Elisangela, também estou com o mesmo probleminha. Espero que logo se resolva. Bjs. Adriana

Tatiana Gomes disse...

Desjo a ti e tua família muita luz, paz, amor e alegrias não só agora no Natal, mas sempre!

Marlene disse...

Oi Elisangela!!
Passei para te desejar um Feliz Natal e um ano com muita saúde, paz , amor e conquistas!!
Bjs,
Marlene.

fe_hoffmann disse...

Oi Elisangela! Estamos chegando ao final deste primeiro semestre de curso, não é?! Tá faltando bem pouquinho agora, aguardamos teu relato final da ECS10 e a ECS11 para o fechamento das atividades, ok?! Aproveito para desejar um FELIZ NATAL cheio de amor, paz, saúde, esperança e realizações pra você e para os que ama! Com carinho, Tutora Fernanda, ECS, Porto Alegre.

Ivana disse...

Feliz Natal!!! Muitas felicidades, saúde, paz, amor e realizações hoje e sempre. Beijos, Ivana

Vera disse...

Oi Andreia, como foi o natal?
O ano está terminando e o semestre também, estou conferindo as atividades. Está faltando o relato final da ECS11, no blog colaborativo e o da ECS10 no teu blog.
Um Feliz 2007 para ti e toda tua família! Até dia 3 em Alvorada, beijo, Ver@

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,